As aberrações de Cris Macabeus e a volta do terceiro Tiago

(Autoretrato do sujeito, para não dizerem que eu estou exagerando)


Não se sinta envergonhado caso nunca tenha ouvido falar de Cristiano Macabeus. Você não perdeu nada. Macabeus é do tipo de católico tridentino. Eu explico. O Concílio de Trento (no latim, Tridentum) determinou que o protestantismo tinha que ser perseguido, abolido, destruído e aniquilado, por se tratar de uma terrível seita satânica com um monte de doutrinas heréticas que levarão todos os “rebelados” ao fogo do inferno para todo o sempre. Daí surge o conceito de que fora da Igreja Romana não há salvação – outro pensamento explícito em Trento. Trata-se, é claro, de mais um argumento circular e evasivo (“Roma diz que só na Igreja de Roma há salvação”; “Como eu posso saber se isso é verdade?”; “Ora, porque Roma disse!”), como já expliquei neste artigo.

É claro que nem todos os católicos são do tipo tridentino. A maioria segue o espírito manso do ecumênico Concílio Vaticano II, e até consideram os evangélicos co-irmãos. Mas Macabeus é uma personificação exata e fiel do tipo tridentino de católico retrógrado, aqueles do tipo fanático que berram e uivam nos debates e que tem como única missão no mundo caçar os protestantes e destruir o protestantismo, tão ou mais fortemente que os neo-ateus.

Macabeus é daquele tipo de fanático que ainda não se deu conta que a Inquisição já acabou. Ele adoraria ser um dos carrascos que cortariam a cabeça de um protestante ou que o jogaria em uma fogueira, mas lamentavelmente já não fazem mais isso. A Inquisição saiu do mundo, mas o espírito inquisidor permanece no coração de católicos tridentinos, como Macabeus, que está em uma cruzada contra o protestantismo sem se dar conta de que as Cruzadas já acabaram há oito séculos.

No meu artigo "O ódio e a intolerância dos católicos contra os evangélicos" (que causou a fúria de muitos tridentinos), Macabeus é personagem principal, desfilando sua tolerância e amabilidade com frases do tipo:


(Clique aqui para ampliar a imagem)





E depois ele ainda tem a audácia de dizer isso:


Em seus debates na antiga rede social do Orkut, ele costumava chamar as debatedoras evangélicas (como uma que era bem conhecida, chamada Raquel) de “prostitutas” e “vagabundas”. Depois ainda não entendia por que era sistematicamente expulso de absolutamente todas as comunidades de debates em que participava. Quando ele viu que não conseguiria prosseguir espalhando seu discurso de ódio e de preconceito em uma rede social com moderadores, ele decidiu abrir seu próprio site, onde poderia mostrar seus tridentes e incitar o 4º Reich contra os protestantes sem impedimento algum.

A verdade, cada vez mais clara para quem entende um mínimo sobre comportamento humano, é que Cristiano Macabeus demonstra claros indícios de psicopatia, de esquizofrenia e demência. Ele vive em um mundo paralelo, regado à fantasia, onde os católicos tridentinos são os salvadores do planeta e os protestantes são os dementadores que surgem do quinto reino das trevas para atormentar a Terra Média. Está claro que Macabeus é um católico encerrado numa torre de marfim, desconectado do mundo real do século XXI. 

No início, seu site era um verdadeiro circo, cheio de luzinhas, letreiros, placas, recomendações, desenhos e uma parafernália total que resumia o site dele numa verdadeira Disneylandia. Parecia ter sido programado por uma criança de seis anos, mas isso seria cruel demais para com as crianças de seis anos. Melhor dizer que fazia jus à sua idade mental, de inquisidor tridentino que quer estabelecer no Brasil uma teocracia católica do século XIII. Depois que eu e o Alon fizemos chacota com a aparência ridícula do site dele, em perfeita consonância com a mentalidade do indivíduo, ele tomou vergonha na cara e tirou as luzinhas e desenhinhos, mas ainda prossegue com a velha mentalidade de perseguição, ódio e intolerância contra os “rebelados”.

Certa vez eu disse a ele que ele é um semi-analfabeto. Na verdade foi apenas uma constatação, tente ler um artigo dele que você irá entender. Dou mil reais para quem encontrar uma vírgula no lugar certo em qualquer artigo do site dele. Ele escreve como quem cospe palavras pela boca. Para a minha surpresa, este sujeito tão soberbo demonstrou humildade em admitir que de fato é um semi-analfabeto. É uma pena que essa mesma humildade não entre em cena na hora de admitir que semi-analfabetos deveriam primeiro ir para a escola, concluir o primário e aprender a gramática, para só depois se meter em fazer exegese de textos bíblicos.

Mas o Cris Macabeus não é somente uma figura sombria. Ele tem um lado cômico também. Se você for agora ao site dele, verá que 90% dos artigos recentes dele são para vomitar desinformação contra este tal de Lucas Banzoli, que vos escreve. Sim, ele tem um site sobre o Apocalipse onde só 10% (no máximo) são para falar sobre o Apocalipse. O resto é tudo pessoal. Eu não sei o que ele tem comigo. Por via das dúvidas, eu já quero deixar bem claro: sou hétero.

No início eu ainda dava alguma atenção às provocações deste rapaz, que só busca ibope e quer chamar a atenção à custa de outro. Eu lia as aberrações que ele escreve e até escrevia refutações, como você pode conferir aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, e aqui. Mas com o tempo a coisa foi ficando cada vez mais pessoal, de modo que hoje é quase impossível achar um artigo recente dele que não me mencione direta ou indiretamente. Foi ficando tão insuportável, tão desagradável e tão claramente pessoal que eu não li mais nada do que ele escreve. Hoje em dia, para mim o que ele escreve faz tanta diferença quanto o novo disco que vai sair do Justin Bieber.

Decidi escrever este artigo, e desta maneira, exatamente por ser o último. Será a última vez que darei algum ibope a este cidadão carente de atenção, será a minha última refutação pessoal a ele, será a última vez que seu nome será citado neste blog, e por isso mesmo deixei as coisas bem às claras. Vamos analisar o texto mais recente do psicopata e ver que argumentos memoráveis ele tem a nos dar. Trata-se do terceiro Tiago, o terror dos apologistas católicos. Eles não dormem sem pensar no terceiro Tiago, e devem sonhar com ele durante a noite. O terceiro Tiago é simplesmente a refutação cabal de um dos dogmas mais importantes do catolicismo romano, a virgindade perpétua de Maria.

Eu não vou me alongar muito nesta parte, porque já escrevi muito sobre isso. Se alguém quer entender o tema em discussão, é obrigatória a leitura destee desteartigo, em ordem. Primeiro vejam toda a argumentação em torno do grego e da consequente impossibilidade de Tiago ter sido apenas “primo” de Jesus. Depois vejam o outro artigo, onde refuto a tentativa miserável do padre Paulo Ricardo, quando ele tenta usar um único texto bíblico – o mesmo usado por Macabeus – para sustentar a hipótese de que este Tiago era um dos doze apóstolos, e, portanto, não poderia ser um dos irmãos de Jesus, já que os irmãos de Jesus ainda não criam nele na época (Jo.7:5).

Basicamente, o que eu argumento nos outros artigos é o seguinte:

• O original grego tinha palavra específica para irmão, para primo e para parente. Todas elas foram usadas no Novo Testamento.

• Os irmãos de Jesus (incluindo Tiago) são absolutamente sempretratados como irmãos, e nunca como parentes ou primos.

• Portanto, o lógico é que Tiago tenha sido irmão de Jesus, e não primo dele.

• O padre Paulo Ricardo argumentou que este Tiago não podia ser o irmão de Jesus, porque o irmão de Jesus não era um dos doze apóstolos, e a Bíblia diz que Tiago era apóstolo (Gl.1:19).

• Paulo Ricardo está errado porque ele parte da premissa de que só os doze discípulos (e Matias, acrescentado mais tarde) eram apóstolos. Isso é falso. Existiam apóstolos fora do grupo dos doze, como Paulo e Barnabé (At.14:14) e Andrônico e Júnias (Rm.16:7). Tiago, o irmão de Jesus, era somente mais um destes apóstolos que não eram dos doze.

• Portanto, a objeção do padre é falsa e o argumento de que Tiago é mesmo o irmão de Jesus permanece de pé.

É aí que entra Cristiano Macabeus, tentando salvar a pele do padre e resgatar o argumento de que este Tiago tinha que ser dos doze. Vejam até que ponto chega a loucura e o desespero do indivíduo. Ele diz:

 

Para ele, não existiam outros apóstolos além dos doze discípulos ordenados por Jesus. Essa é a coisa mais estúpida que um comentarista bíblico pode dizer. Qualquer um que tenha lido o livro de Atos, por exemplo, uma única vez na vida, já teria sido suficiente para perceber que Barnabé – que não era dos doze – era considerado apóstolo:

“Ouvindo isso, os apóstolos Barnabé e Paulo rasgaram as roupas e correram para o meio da multidão, gritando”(Atos 14:14)

Se o leitor for conferir grego, verá que é usada exatamente a mesma palavra que é comumente empregada para designar os doze. Vejamos o que a Concordância de Strong afirma:


O incrível é que isso está bem claro, explícito, para qualquer um ver. Basta ler a Bíblia uma única vez na vida e bumba – olha Barnabé de apóstolo! Não é possível que Macabeus não tenha percebido esse fato tão óbvio. Ele certamente não leu o Novo Testamento nenhuma vez. Tivesse lido uma e já seria suficiente. É lamentável que um indivíduo tão soberbo e arrogante tropece em coisas tão simples da teologia. Um único versículo bíblico destrói toda a sua lógica.

Mas Atos 14:14 não é a única passagem bíblica que mostra apóstolos além dos doze. Em Romanos 16:7, Paulo diz que Andrônico e Júnias eram apóstolos também:

“Saudai a Andrônico e a Júnias, meus parentes e meus companheiros na prisão, os quais se distinguiram entre os apóstolos e que foram antes de mim em Cristo”(Romanos 16:7)

Andrônico e Júnias eram do grupo dos doze discípulos? É claro que não. Então já temos dois versículos bíblicos com pelo menos quatro pessoas (Barnabé, Paulo, Andrônico e Júnias) que eram apóstolos sem ser dos doze. Tiago é só mais um que entra nessa lista por Gálatas 1:19, que diz:

“E não vi a nenhum outro dos apóstolos, senão a Tiago, irmão do Senhor”(Gálatas 1:19)

Temos então cinco apóstolos mencionados na Bíblia sem ser dos doze. É perfeitamente possível que ainda existissem outros que não foram citados, mas se ficarmos somente com os que foram mencionados já temos cinco. Além disso, já temos a comprovação de que Macabeus não lê Atos (14:14), não lê Romanos (16:7) e não lê Gálatas (1:19), além de deturpar grosseiramente o Apocalipse (21:14), que não diz que existiam doze apóstolos, mas apenas que doze deles estavam escritos no fundamento da cidade.

Isso se interpretarmos este texto literalmente, pois é bem possível que o “doze” ali esteja no mesmo sentido alegórico de completude que aparece nas outras vezes em que ocorre no Apocalipse. O engraçado é que Macabeus alegoriza absolutamente tudo no Apocalipse (ele é preterista, entende-se), mas interpreta literalmente esse versículo em particular. Exegese de fundo de quintal. Risível.

Além disso, se Macabeus estiver certo em sua interpretação particular de Apocalipse 21:14 e realmente aquele versículo estiver em sentido literal e com a interpretação patética que ele deu, inserindo um somente no meio do texto onde não existe, e se João realmente estivesse dizendo ali que existiam somente doze apóstolos, então o autor de Atos estaria mentindo quando disse que Barnabé e Paulo eram apóstolos, e Paulo estaria mentindo quando disse que Andrônico e Júnias também eram. Macabeus não liga pra isso; afinal, ele nem sabe que esses textos bíblicos existem. Está óbvio que João não estava limitando o número de apóstolos, senão entraria em contradição direta com os outros textos que já mostrei aqui.

Mas prossigamos com a peça:

 

Para Macabeus, o fato de Tiago ter sido incrédulo durante o ministério terreno de Jesus é a “prova” de que Tiago não era um apóstolo. Mas que raios de conclusão é essa? Usando essa mesma exegese de araque, poderíamos concluir também que Paulo não era apóstolo, porque ele também era incrédulo durante o ministério terreno de Jesus. Mas Atos 14:14 e uma multidão de outros textos bíblicos dizem que Paulo é apóstolo. Macabeus abre uma “exceção” para Paulo, mas nega a mesma caridade a Tiago. Por isso que eu digo: é uma exegese de araque. Não deve ser levada a sério.

O mesmo podemos dizer de Andrônico e Júnias. Não há passagens que mostrem a ordenação deles como apóstolos, mas Paulo disse que eles eram apóstolos. Os critérios que Macabeus usa para ser um apóstolo (que é o registro bíblico do momento da ordenação e o fato de ter seguido Jesus durante seu ministério terreno) são critérios falsos, tomados a partir de uma leitura rasa e superficial de Atos 1:21-22.

Aqueles eram os critérios para a ordenação do décimo segundo apóstolo, o que iria substituir Judas dentro do grupo dos doze. Não tem nada a ver com os apóstolos de fora do grupo dos doze. Paulo era apóstolo, mas não tinha os critérios de Matias. Barnabé era apóstolo, mas não tinha os critérios de Matias. Andrônico era apóstolo, mas não tinha os critérios de Matias. Júnias era apóstolo, mas não tinha os critérios de Matias. E Tiago era apóstolo, mas não tinha os critérios de Matias.

Ora, se esses quatro eram apóstolos mesmo sem ter o critério de Matias, por que Tiago não poderia ser também? Macabeus desconhece o apostolado de Barnabé, Andrônico e Júnias por sua ignorância das Escrituras, e isso o leva a teorias mirabolantes e interpretações cômicas dos textos bíblicos que são vergonhosamente tirados de seu contexto para fundamentar uma mentira grotesca, que contraria diretamente a Bíblia. Mas isso não é tudo. Ele ainda comete outra gafe pseudo-exegética ao dizer:

 

Esse é aquele típico momento: O-M-G! É difícil enumerar aqui tantas pérolas em um pedaço de texto tão curto. Acho que posso começar com a gafe de ter citado o texto do capítulo 15 de 1ª Coríntios com o algarismo romano XVI. Alguém urgentemente tem que avisar o cidadão que XVI em algarismos romanos representa o número 16 (X=10; V=5; I=1), e não o 15. Mas como explicar isso a um sujeito que fugiu da escola quando criança? É isso o que dá quando alguém que não conhece nem o português direito e ainda quer se aventurar a escrever em algarismos romanos.

Essa seria apenas uma nota cômica se não fosse pela trágica interpretação que veio em seguida, de cair o queixo de qualquer ser humano normal. Ele pega o texto que diz: “e depois apareceu a Tiago, e em seguida a todos os apóstolos”, e daí conclui que Tiago era um apóstolo. É pra rir ou é pra chorar? E depois ele ainda quer ser levado a sério. E quer interpretar a Bíblia. Ele seria reprovado até no ENEM na parte de interpretação de textos, mas mesmo assim acha que sabe o bastante para interpretar as Escrituras Sagradas. Nem um aluno de 2ª série de ensino fundamental cairia no ridículo de interpretar que Tiago era um apóstolo por causa deste verso em questão.

Para começar, Macabeus desonestamente trunca o verso, tirando-o criminosamente de seu contexto, para fazer parecer que ele começa no verso 7. Leiamos o texto em seu devido contexto:

“Pois o que primeiramente lhes transmiti foi o que recebi: que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, foi sepultado e ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras, e apareceu a Pedro e depois aos Doze. Depois disso apareceu a mais de quinhentos irmãos de uma só vez, a maioria dos quais ainda vive, embora alguns já tenham adormecido. Depois apareceu a Tiago e, então, a todos os apóstolos; depois destes apareceu também a mim, como a um que nasceu fora de tempo” (1ª Coríntios 15:3-8)

Portanto, para Paulo, Jesus apareceu depois da ressurreição a:

a) Pedro.
b) Os doze discípulos.
c) Mais de quinhentos irmãos.
d) Tiago.
e) Todos os apóstolos.

Ao isolar o verso 7 de seus versículos anteriores, Macabeus, de forma desonesta e vergonhosa, quer fazer parecer que só Tiago foi citado, unindo isso ao fato de Paulo ter citado “todos os apóstolos” logo em seguida, e tentando fazer uma conexão entre um e outro. Mas quando analisamos o texto diante de seu contexto vemos que não há conexão nenhuma. Tiago não foi o primeiro a ser citado, nem caiu de paraquedas no meio do texto. Pelo menos três outros grupos haviam sido citados antes dele, e pelo menos um destes não tinha conexão nenhuma com os doze apóstolos – a não ser que todos os “mais de quinhentos irmãos” fossem apóstolos!

Na verdade, quando analisamos o texto dentro do seu contexto, torna-se até difícil imaginar que o Tiago ali citado fosse mesmo um dos doze. Pense comigo. Jesus aparece primeiro a Pedro. Depois aparece aos doze discípulos (Tiago ali incluído, obviamente). Depois aos quinhentos irmãos e depois a Tiago novamente. E depois volta a aparecer a Tiago de novo, já que Jesus apareceu depois a “todos os apóstolos”. Então, o que o Macabeus quer nos fazer acreditar é que Jesus apareceu a Tiago três vezes!

Somente Pedro recebe a visita do Senhor três vezes, mas isso por uma boa razão: ele havia negado Jesus três vezes e se arrependido amargamente, debruçando-se em lágrimas (Lc.22:62). Pedro necessitava de um reencontro particular com Cristo, para se retratar pessoalmente com o Mestre. Mas o que levaria Jesus a fazer o mesmo com Tiago, se este Tiago não é aquele mesmo irmão de Jesus que antes disso era incrédulo, e que portanto precisava tanto de uma aparição pessoal do Cristo ressurreto quanto Pedro precisava?

Se este Tiago era um dos doze, não haveria nenhuma razão para Jesus abrir exceção a ele, como fez a Pedro. Não há nada nos evangelhos que enfatize um dos dois Tiagos que eram discípulos de Jesus. Não há nenhuma negação pública, nenhum acontecimento, nenhuma coisa que pedisse uma intervenção sobrenatural para um encontro particular entre esse Tiago e Jesus. Bastaria a aparição geral de Cristo, como ocorreu duas vezes na presença de todos os apóstolos. Isso simplesmente não faz lógica na perspectiva de que esse Tiago fosse um dos doze.

Mas é totalmente lógico na perspectiva de que esse Tiago fosse justamente o antes incrédulo irmão de Jesus. Ele precisava de um encontro pessoal que o tirasse da incredulidade e que lhe desse a oportunidade de concertar as coisas com Cristo em particular, assim como Jesus fez com Pedro. E isso também explica por que esse Tiago aparece com tanta notoriedade no Novo Testamento dali em diante. Ele lidera o Concílio de Jerusalém de Atos 15. Este Tiago era tão conhecido e importante que Judas precisou apenas se identificar como o “irmão de Tiago” (Jd.1) em sua epístola, e Pedro ao ser liberto fez questão de pedir que Tiago fosse notificado disso (At.12:17).

Se este Tiago com uma autoridade tão proeminente não era o irmão de Jesus, então quem era? O Tiago irmão de João já tinha morrido há muito tempo (At.12:2), e o outro Tiago discípulo era irrelevante e sem notoriedade entre os doze, tanto é que só aparece nos evangelhos quando é listado junto aos outros doze. Esse importante Tiago, que surge subitamente exercendo grande liderança justamente a partir da ressurreição de Jesus, só poderia ser o terceiro Tiago, o irmão de Jesus, que passou a exercer essa liderança após sua conversão ao se encontrar com o Cristo ressurreto.

Será que tudo isso é mera coincidência? Macabeus crê que sim, porque ele não tem livre-arbítrio e nem capacidade de pensar por si mesmo. Ele é somente um papagaio do papa sem opinião nem personalidade própria. O que o papa disse, está dito. Se o papa diz que esse Tiago não era irmão de Jesus, então não era e pronto. É essa a verdadeira razão que leva Macabeus a plantar bananeira e virar cambalhota no desespero em distorcer textos bíblicos para que se adaptem à vontade do papa, o grande ditador no catolicismo romano.

Eu nem vou comentar sobre Paulo ter sido ou não o último dos apóstolos, porque isso é irrelevante. Já vimos que Tiago se converteu bem antes de Paulo, e que Paulo chamou este terceiro Tiago, o irmão de Jesus que antes era incrédulo (Jo.7:3-5), de “apóstolo”(Gl.1:19). Isso basta. Infelizmente, ainda somos obrigados a conviver com a ignorância de tridentinos que se acham os donos da verdade, mas que não conseguem acertar na exegese de textos simples, assim como não conseguem acertar o número correto de algarismos romanos e o lugar certo onde se coloca uma vírgula. O que eles sabem é mostrar seus tridentes, para ver se conseguem assustar alguém. Não metem mais medo. Somente pena.

A “argumentação” do sujeito que pensa ser mesmo um macabeu só não é mais ridícula do que aquilo que o mesmo indivíduo escreveu em outro artigo sobre o mesmo tema no site dele, onde ele nos dá um argumento bombástico e poderosíssimo que destrói totalmente o protestantismo. Vejam só que argumento extraordinário ele inventou contra os “filhos da serpente”:


Então Jesus é filho único de Maria porque o autor usou o artigo definido para dizer que Jesus é “o” filho de Maria, e não “um” filho de Maria. Certo. Muito boa a sua interpretação de textos. Você deve ter ralado muito para chegar a esta conclusão. Você só se esqueceu que em Mateus 10:2 o escritor bíblico aplica o mesmo artigo definido para dizer que Tiago é o filho de Zebedeu:

"Tiago, o filho de Zebedeu, e João seu irmão" (Mateus 10:2)

No grego:

 

O Macabeus não deve saber, é claro, mas a parte que diz “iakwboV o tou zebedaiou” significa “Tiago, o filho de Zebedeu”. A letra “o” (ho) ali é o artigo definido, exatamente o mesmo que aparece no texto de Marcos, citado por ele. Macabeus, me responda: Tiago era filho único de Zebedeu? Se sim, onde foi parar o coitado do João, seu irmão, que também é descrito como sendo filho de Zebedeu em outro lugar (Mt.26:37)? Tiago é filho único de Zebedeu ou a sua exegese que é uma patifaria?

E tem mais, Macabeus. Não sai daí não. Você também não deve saber, mas João 1:42 diz: “Tu és Simão, o filho de João” (Jo.1:42). Eu sei, eu sei que a tua versão católica da Bíblia omite o artigo definido neste texto, e que o seu conhecimento não vai além do que a tua versão católica diz. Mas abra seus horizontes, Macabeus. Você não deve saber, mas o Novo Testamento foi escrito em grego. E se você fizer um enorme e sacrificial esforço de ir neste site, vai ver que o original grego diz isso:

“KAI ÊGAGEN AUTON PROS TON IÊSOUN EMBLEPSAS m=[DE] tk=DE AUTÔ O IÊSOUS EIPEN SU EI SIMÔN O UIOS a=IÔANNOU b=IÔNA SU KLÊTHÊSÊ KÊPHAS O ERMÊNEUETAI PETROS”

Você também não deve saber, mas a parte que diz: “SIMÔN OUIOS IÔANNOU” (preste atenção, com o artigo definido no meio!) significa: “Simão, o filho de João”. Então eu pergunto: usando a mesma lógica que você aplica em Marcos 6:3, dizendo ser “apenas interpretação de texto”, Simão era filho único de João? Se sim, onde foi parar André, seu irmão? Se não, onde foi parar a sua “exegese” de fundo de quintal? É assim que você doutrina os seus leitores? Você não tem vergonha de mentir tão descaradamente, e de usar um argumento estúpido que sabe que é falso? Pior ainda: você não tem vergonha de continuar usando este argumento espúrio mesmo depois de já ter sido desmascarado e de saber que ele é falso?

Até quando você vai se comprometer a enganar seus leitores e a mentir tão escancaradamente? Por que não decide estudar e resolver de uma vez por todas os seus problemas básicos de interpretação de texto, que são tão bregas que nem uma criança de quarta série erra tão feio? E até quando vai querer passar a ideia de que você tem a “interpretação infalível da Igreja de Cristo” e que os “rebelados” são “um bando de hereges que distorcem a Bíblia”, enquanto você engana descaradamente os seus leitores na maior cara de pau? Por que não tira a máscara de uma vez e tenta ser honesto consigo mesmo e com seus leitores?

E você ainda tem a audácia de dizer: “termino a matéria mostrando a todos vocês o erro ortográfico do Evangelho de São Marcos. Sério, você deveria ter vergonha de si mesmo. Deveria ir se tratar, buscar um bom psicólogo, ou um psiquiatra de uma vez. Você amputa a pobre da exegese, que, indefesa, ainda tem que ouvir que Marcos cometeu um “erro ortográfico”, quando o único erro real que existe é o seu analfabetismo. Talvez, se você não tivesse fugido às aulas de português, saberia que o artigo definido, que provém do pronome demonstrativo, implica apenas na identidade e não na exclusividade do sujeito em questão. Mas agora já é tarde para explicar isso. Você devia ter aprendido isso há uns vinte anos, não agora.

Termino dando um conselho sincero ao nosso amigo tridentino: Macabeus, volte para a escola, ou faça um supletivo, tente no PROUNI, ou no PRONATEC, contrate um professor particular se for preciso, eduque-se. Não se resuma a ser um fracasso, fisicamente vivendo na Idade Contemporânea, mas com uma mentalidade medieval. Ainda há chance. Aceite que vivemos no século XXI. Simplesmente aceite. Dói menos.

Paz a todos vocês que estão em Cristo.

Por Cristo e por Seu Reino,
Lucas Banzoli (apologiacrista.com)


-Meus livros:

-Veja uma lista completa de livros meus clicando aqui.

- Acesse o meu canal no YouTube clicando aqui.


-Não deixe de acessar meus outros sites:
Apologia Cristã (Artigos de apologética cristã sobre doutrina e moral)
O Cristianismo em Foco (Reflexões cristãs e estudos bíblicos)
Estudando Escatologia (Estudos sobre o Apocalipse)
Desvendando a Lenda (Refutando a Imortalidade da Alma)
Ateísmo Refutado (Evidências da existência de Deus e veracidade da Bíblia)

Comentários

  1. O pior de tudo são os erros de ortografia e a falta de vírgula nas frases....o mais legal é quando ele coloca as vírgulas de forma errada kkkkkkkk

    Ele tb consegue fazer umas interpretações do Apocalipse que é uma piada....

    Mas se ele é analfabeto como ele pode querer entender a BÍBLIA que é um livro difícil de entender ?

    Existem 4 Tiagos no Novo Testamento...isso é fato !!!
    ,
    T+++
    Matheus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Matheus. Mas ele se acha capacitado porque pensa que a instituição religiosa dele é a detentora, manipuladora e monopolizadora da verdade, e que por conta disso qualquer zé mané ou analfabeto como ele pode escrever o que quiser. É o famoso "vale tudo para defender a igreja". Detalhe que nem o papa é preterista, e o site dele é sobre preterismo. E depois ele que reclama do livre exame protestante. Vai entender...

      Excluir
  2. O padre Paulo Ricardo parece que é preterista, mas o papa eu não sei...
    só sei que a ICAR não crê no arrebatamento .... alias eles fazem uma viagem no Apocalipse onde enxergam a assunção de Maria em Apocalipse 12.....
    .
    T+++

    Matheus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Veja o que o Catecismo Católico diz a este respeito:

      §675 Antes do advento de Cristo, a Igreja deve passar por uma provação final que abalar a fé de muitos crentes. A perseguição que acompanha a peregrinação dela na terra desvendará o "mistério de iniquidade" sob a forma de uma impostura religiosa que há de trazer aos homens uma solução aparente a seus problemas, à custa da apostasia da verdade.

      Veja que o próprio catecismo é "futurista". Ele coloca a perseguição e a provação final como FUTURA, e ainda diz que o "mistério da iniquidade" AINDA ESTÁ PARA SER DESVENDADO, enquanto o Cris Macabeus descobriu fantasticamente que este "mistério da iniquidade" já foi desvendado, está lá no site dele. Então o povo católico tem que decidir se vai querer seguir o Cris ou o catecismo. Há algum tempo atrás um católico chamado Gledson escreveu no blog dele uma resposta a um artigo meu, onde afirma:

      "O iníquio é o Anticristo, aquele que virá no final, o último, antes da Parusia. É a fé cristã católica (...) Provavelmente a besta, de número de homem: 666, é César Nero. No entanto, isso não limita o cumprimento da profecia em Nero, no século I, mas aponta para o acontecimento final, que se dará com o aparecimento do Anticristo, com aquelas características de Nero, mas levadas ao máximo, que será o ataque final à Igreja Católica na terra"

      E depois eles ainda dizem que são "unos"!

      Excluir
  3. Mas o padre Paulo tb é preterista igual ao Macabeus,,,,e os presbiterianos tb são....

    Lucas se no arrebatamento ocorrerá a união da parte fisica ( corpo) + espiritual, imagine que uma pessoa salva morta tenha seus orgãos doados para alguem... no dia do arrebatamento a parte espiritual dessa pessoa morta e salva se unirá a parte fisica para a ressurreição, mas dai como fica esse órgão que estava no corpo de uma outra pessoa ? será arrancado dela ?

    T+++

    Matheus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em compensação o pessoal católico do site "FimDosTempos.Net" não apenas é futurista mas até marca a data da volta de Jesus por "aparições marianas":

      http://fimdostempos.net

      O engraçado é ver católico refutando as "aparições" marianas com outras "aparições" marianas... ninguém mais sabe qual é a "verdadeira" Maria...

      Sua pergunta é meio um nonsense. Se a pessoa passa pela ressurreição ela está MORTA, não existe "arrebatamento" para ela. Arrebatamento é só para os vivos. Se o "problema" que você se refere é ao órgão doado a outra pessoa, isso também não tem sentido já que o corpo ressuscitado é um corpo glorioso, um outro corpo, não esse aqui. Os que não tem olho ressuscitarão com olho, os paralíticos ressuscitarão andando, os que tiveram partes do corpo mutiladas ressuscitarão com estas partes em perfeito funcionamento, e assim por diante. Qualquer órgão que a pessoa tinha faltando ela terá reposição por Deus no corpo glorioso espiritual. É uma nova criação.

      T++

      Excluir
    2. Que bela surra esse tal de Macabeus levou! Parabéns por desmascarar esses argumentos criminosos! Uma pergunta: Por que esse cara se denomina Macabeu? Seria mais coerente se chamar com algo relacionado aos cavaleiros das Cruzadas, e não com os Judeus Macabeus, que nunca tiveram nada a ver com o catolicismo!

      Excluir
    3. HAHAHA é verdade, não faço ideia do porquê que o cidadão se considera um macabeu, talvez seja em razão do fato da história dos macabeus ter sido narrada em um livro apócrifo aceito pela Igreja Católica. Ou vai ver é um sobrenome real do sujeito mesmo, numa dessas... ninguém nasce com sorte. Mas de qualquer jeito o nome de "Cristiano Inquisidor" faria mais sentido mesmo, tendo em vista a personalidade neurótica do sujeito em questão.

      Excluir
  4. Como que alguém que se diz cristão, católico e apostólico, pode usar termos tão sujos e tão torpes para ofender seus opositores? Ele deveria ser censurado pelos próprios romanistas, pois as suas palavras e maneira de agir, só denigrem ainda mais a imagem da sua religião.

    ResponderExcluir
  5. O LUCAS BANZOLI É HOMOSSEXUAL E ANALFABETO ELE É COVARDE E CORTA OS TEXTO E COLOCA O QUE QUER PROTESTANTES NÃO EXISTE IMAGEM PIOR DO QUE AS SEITAS SATÂNICAS PROTESTANTES ONDE TEM SEITAS DE TODOS OS GOSTOS E NAIPES

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahahahaha esse Edmilson é o máximo! Eu adoro ele!

      Excluir
  6. Eu conheço esse Edmilson de um site católico romano. Não vale a pena perder tempo com ele, pois o mesmo é do mesmo modelo do Cris Macabeus. Ambos quando falta-lhes argumentos, partem para baixarias repugnantes até mesmo para muitos religiosos do catolicismo. Conheço muitos católicos piedosos que vale a pena dialogar, pois sabem respeitar e eu também os respeito muito. Porém, com aqueles que não conhecem e não praticam o amor, o perdão e a misericórdia, não vale a pena discursar, pois os mesmos não entendem que a divergência não pessoal, mas apenas ideológica. Apenas oremos pelos tais, pois os mesmos possuem uma alma que necessita da graça e da misericórdia de Deus e do Senhor Jesus. E de uma coisa eu tenho certeza, se a oração não mudar seus corações cheios de ódio nada mais muda.

    ResponderExcluir
  7. Nobre Lucas parabés pelo seu Blog. Enfim encontrei na net coerência e inteligência para tratar de assuntos pertinentes as doutrinas da ICAR com tranparência e bases sólidas que refutam as heresias católicas romanas em um verdadeiro "xeque mate". Eu queria aproveitar o ensejo para saber como adquir seus livros e só por curiosidade saber sua fundamentação religiosa. Fique na Paz e Shalon Adonay ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Hélio, obrigado. Todos os meus livros estão disponíveis para download gratuito do e-book e também para a compra da versão em impresso. Você pode ver no link abaixo e seguir as orientações:

      http://apologiacrista.com/index.php?pagina=1077967963

      Eu congrego na Comunidade Alcance de Curitiba (uma igreja evangélica pentecostal equilibrada) e sou mestrando em teologia pela FTBP. Mas as minhas visões teológicas são independentes da comunidade em que congrego e da instituição religiosa em que estudo.

      Deus lhe abençoe.

      Excluir
    2. LUCAS, PARABÉNS A VC. PELO ARTIGO REFUTANDO O CRIS MCABEUS. COMO VC. DISSE QUE TEM VISÕES INDEPENDENTES DA SUA COMUNIDADE EVAN GÉLICA, GOSTARIA DE CONVIDÁ-LO A PESQUISAR A RESPEITO DAS DOUTRINAS ADVENTISTAS DO SÉTIMO DIA. MAS FAÇA ISSO, QUANTO POSSÍVEL, JUNTO A FONTES PRIMÁRIAS. ASSISTA TAMBÉM A TV NOVO TEMPO. GRAÇA E PAZ DO SENHOR JESUS SEJA CONTIGO.
      FLÁVIO RAMOS

      Excluir
  8. Quanto ao espírito sem luz do Edmilson continue levando na esportiva .... rsrsrs

    ResponderExcluir
  9. O q foi o Concilio do Vaticano ii?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi o concílio ecumênico mais recente da Igreja Romana, em 1961.Os mais tradicionalistas tem um ódio mortal a este concílio, por acharem ele "modernista" demais.

      Excluir

  10. Carlos Martins Gonçalves Junior


    Ofensas pessoais são consideradas pecados de morte na bíblia:
    Mateus 5.22 [3]
    Eu, porém, vos digo que qualquer que, sem motivo, se encolerizar contra seu irmão, será réu de juízo; e qualquer que disser a seu irmão: Raca, será réu do sinédrio; e qualquer que lhe disser: Louco, será réu do fogo do inferno.

    ResponderExcluir
  11. Parabéns Lucas Banzoli por refutar esse endemoniado do Cris Macabeus,esse cara é um idiota,ignorante,agora tem esse padre Paulo Ricardo que no site dele somos apredeijados,humilhados,chamados de idiotas etc.Continue assim meu irmão, Deus te deu a eloquência p/ escrever,não dá mole não,abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, sinceramente, as vezes eu me sinto mal em refutar um doente mental como o Macabeus, porque todos nós sabemos que não é certo fazer chacota com retardados, eu só faço com ele porque ele passa dos limites mesmo.

      Abs!

      Excluir
  12. EU queria entender a BÍBLIA é um dogma católico ou não?

    ResponderExcluir
  13. Tivesse ele lido uma vez o novo testamento ele deixaria de ser católico. Eles não leem nada.

    ResponderExcluir
  14. quero ver se esse tal cris macabeu é macho mesmo , no grande e terrivel dia do Senhor!!
    quero ver se ele é macho mesmo , quando os soldados a serviço da besta pegar ele e
    solicitar a marcaçao do sinal dela na mão ou na testa , ou se recusar será morto com crueldade na mesma hora!!! éis macho mesmo macabeu?? aguarda que ta chegando o dia!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comente abaixo. Sua participação é importante e será publicada após passar pela moderação. Todos os tipos de comentários ou perguntas educadas são bem-vindas e serão respondidas cordialmente, mas ofensas, deboches, divulgação de páginas católicas (links), control c + control v e manifestações de fanatismo não serão aceitos.