3 de setembro de 2012

Perguntas aos católicos sobre oração e intercessão


Nestes últimos dias estive dando uma olhada em alguns tópicos antigos de debates no Orkut, e me deparei com este tópico do Edson, em 2009. As perguntas que ele faz aos católicos são simplesmente brilhantes. Duvido que algum deles responda. Vou passar aqui algumas de suas perguntas aos católicos. Quem quiser se manifestar para levantar qualquer objeção, fique a vontade, mas não deixe de responder as perguntas. 

Segue-se o conteúdo do post dele: 

Tenho tido alguns problemas pessoais familiares, e estou em dúvida sobre como devo proceder para chamar as atenções de Deus, e poder ter a Sua ajuda para resolver estes problemas!

1) Quantos terços tenho que rezar para que por fim Deus possa ter as minhas atenções?

2) Quantos degraus da catedral aqui perto de casa tenho que subir de joelhos para que Deus possa ouvir as minhas rezas da ave Maria?

3) Qual é o instrumento usado pelos católicos para medir quando é que a quantidade de rezas repetidas pode ser interrompida com a convicção de que Deus finalmente nos ouviu?

4) Se eu chegar para Deus, com meu coração quebrantado, e em nome de Jesus, e dizer diretamente qual é o meu problema, sem precisar ficar repetindo as rezas católicas, que parecem mais mantralizações do que qualquer outra coisa, será que não seria melhor, para que Deus possa ouvir-me?

5) Quantos anos seguidos e ininterruptos de rezas de terços tem o poder de substituir um único minutinho diante de Deus com uma oração sincera e espontânea, que parta do meu coração para o coração de Deus?
 

Pode ser mais umas perguntinhas básicas? Ok! Agradeço então!

1) Fiquei confuso estes dias, porque precisei rezar para a senhora católica sobre um "causo", mas não sabia para qual das centenas de senhoras que eu deveria rezar. Qual a especificidade de cada uma delas, quais as especialidades pessoais de cada uma?

2) Se Deus é poderoso e infinito em amor por nós, devo eu acreditar que rezar para os milhares de santos católicos resolvam meus problemas?

3) Se Deus é infinitamente poderoso, e não há limite algum para o Seu poder, por que acreditar que Deus possa precisar da ajuda de santos e de vossa senhora deusa para sermos atendidos em nossas necessidades?

4) Se a Bíblia é clara em ensinar que as pessoas, quando morrem, não sabem nada do que se passa na terra dos viventes, e que aguardam as ressurreições de seus corpos, ou para a glória eterna, ou para a condenação eterna, por que temos que acreditar que haja algum santo católico que tenha poder de interferir na história pessoal de alguém?


Por enquanto, ficam aí só estas perguntas, para que vocês me socorram, pois estou perdendo meu sono por causa de todos estes problemas, sabe... mas depois tem mais perguntas...

Agradeço desde já a vossa sempre tão preciosa ajuda e socorro, pois não sei o que seria de minha vida se não fosse o Catolicismo, esta religião tão lúcida, tão bela, tão..., tão... santa..., nem sei mais o que dizer..., faltam-me palavras, até...! Obrigado, católicos! Muito obrigado, católicos!
  

Por: Edson (ex-católico). 

Paz a todos vocês que estão em Cristo.

-Meus livros:

-Veja uma lista completa de livros meus clicando aqui.

- Acesse o meu canal no YouTube clicando aqui.


-Não deixe de acessar meus outros sites:
Apologia Cristã (Artigos de apologética cristã sobre doutrina e moral)
O Cristianismo em Foco (Reflexões cristãs e estudos bíblicos)
Estudando Escatologia (Estudos sobre o Apocalipse)
Desvendando a Lenda (Refutando a Imortalidade da Alma)
Ateísmo Refutado (Evidências da existência de Deus e veracidade da Bíblia)

6 comentários:

  1. OI Lucas tdb?
    Você poderia escrever um artigo sobre 2 versiculos muito utilizado pelos catolicos .O primeiro é o de Lucas 11:41 onde eles usam esse versículo para dizer que dar esmola nos purifica dos pecados. E o outro é sobre João 20:23 onde eles usam esse versiculo para dizer que uma pessoa deve confessar o pecado a outra para ser perdoada.

    Obrigado..
    T++
    (( Matheus ))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Matheus. Vou sim preparar artigos sobre estes temas que você sugeriu. Sobre João 20:23, o "Conhecereis a Verdade" já possui uma ampla argumentação a este respeito, creio que seja útil:

      http://conhecereis-a-verdade.blogspot.com.br/search/label/Confiss%C3%A3o%20sacramental

      Abraços.

      Excluir
    2. Em Mt 6,7 o que é proibido é a verborreia ou tagarelice! Não proíbe em nada repetir orações!
      Ou salmista estaria errado? O Salmo 136 repete a frase "pois eterno é seu amor" 26 vezes!
      Jesus Cristo estaria errado também??? Mt 26,44

      Esse comentário acima foi de uma católica. Poderia fazer um post de orações repetidas?

      Excluir
    3. Vou ver se escrevo algo sobre isso até o fim do mês. Quando terminar eu posto aqui. Abraços.

      Excluir
    4. Sel,

      O Salmo 136 é um louvor, um cântico, não uma reza.

      A oração cada um faz a sua em cada momento da sua vida.

      Acaso Jesus ourou o pai nosso em João 17? E no Getsemane? E os discípulos em Atos... Porque não vemos o "pai nosso" sendo repetido já que nehuma outra oração foi ensinada por Jesus. Creio que ele deixou aos discípulos apenas um modelo, sabendo que não é uma questão de palavras e sim da alma. A oração é elevar a alma a Deus. E cada um faça isso com todo seu fervor e entendimento.

      Excluir
    5. Usar o texto de Mateus 24 para justificar a repetição de rezas é totalmente leviano. O momento que é ali descrito se passa quando Jesus, atribuladíssimo pela missão a qual foi designado, a de salvar o mundo, como qualquer humano, se encheu de apreensão e buscava, em frente à esse desafio, o conforto, a certeza e a orientação sobre o que deveria fazer. Sua alma estava atribulada e por isso repetia as palavras, não mecanicamente, e sim em busca de uma resposta sincera para o seu coração. Isso é tão claro, mas tão claro que é incrível como se distorcem os significados para que caibam em interpretações duvidosas.

      Excluir

Seu comentário será publicado após passar pela moderação. Ofensas, deboches, divulgação de páginas católicas (links), control c + control v e manifestações de fanatismo não serão aceitos. Todos os tipos de perguntas educadas são bem-vindas e serão respondidas cordialmente. Caso o seu comentário ainda não tenha sido liberado dentro de 24h, é possível que ele não tenha chegado à moderação, e neste caso reenvie o comment.