4 de setembro de 2012

Adulterações católicas nos escritos de Cipriano



*Observação: Tempos depois da criação deste artigo, o indivíduo que adulterou estes documentos esbanjou uma tentativa de "refutação", e foi refutado por mim aqui, confira!

Que os “apologistas” católicos que existem por aí na internet são em maioria desonestos, e que agem covardemente por trás de seus fakes e de forma trapaceira, isso todo mundo já sabe. Já se foi a época de grandes sites católicos com respeito e prestígio no Brasil. Atualmente o que mais se vê são blogs administrados por indivíduos psicologicamente desequilibrados, desonestos e que consideram os protestantes como uma sub-raça, que tem que ser eliminada a todo e qualquer custo.

Além do ódio, um dos fatores que mais me chama atenção nesta nova onda de “apologistas” é a total desinformação e desonestidade. Como eles não sabem nada, divulgam tudo quanto é asneira encontrada na internet, sem terem o cuidado de averiguar se a informação é verdadeira ou não, o que lhes poderia poupar de passarem tanta vergonha. 

Um destes blogs, chamado “Cai a Farsa”, é administrado por um rapaz chamado Fernando Nascimento. Este não se trata de outra coisa senão de um covarde, que numa comunidade católica de debates não foi suficientemente capaz de debater comigo, e depois de ser humilhado teve que apelar para a exclusão e eliminação dos meus posts, e depois desta atitude covarde ainda disse que fui eu que “fugi” dele, para ver o tamanho da desonestidade do cidadão, que não tem a mínima capacidade de debater nem mesmo na comunidade criada por ele, onde ele manda e desmanda! Em seu blog herético, ele propaga algumas frases supostamente ditas por Cipriano, que defenderiam a tese da primazia do bispo romano.

Digo “supostamente” porque na verdade não passam de adulterações esdrúxulas e das mais vergonhosas, do tipo que qualquer um que tenha um mínimo de decência, vergonha na cara e que preze pela credibilidade pode facilmente acessar a informação para confirmar tais declarações mentirosas. Mas, como tais sujeitos não dão a mínima para sua própria credibilidade (porque não a possuem), divulgam uma frase que teria sido dita por Cipriano:

“Atrevem-se estes a dirigir-se à cátedra de Pedro, a esta igreja principal de onde se origina o sacerdócio… esquecidos de que os romanos não podem errar na fé (Epist. 59,n.14, Hartel, 683)

Essa adulteração é tão vergonhosa que qualquer um que tenha um mínimo de decência poderia ir conferir na “Epístola 59” de Cipriano e verá que não existe absolutamente nada que sequer seja parecido com isso nessa epístola 59 de Cipriano:

Mas, como para eles a malandragem vale mais do que a honestidade, eles não se contentam apenas em terem inventado tal declaração mentirosa, como também a propagam aos montões, para enganar os mais incautos e ignorantes, que seguem estes blogs inescrupulosos. O curioso é que esta citação adulterada está logo na página inicial do blog do indivíduo. Se uma adulteração tão vergonhosa como essa se encontra logo na página inicial, imagine só o que não encontramos no resto...

E, como se isso não bastasse, eles adulteraram outra citação de Cipriano (também na página inicial do blog deles), divulgando uma declaração falsa que teria sido supostamente dita por este bispo de Cartago:

“Roma é a matriz e o trono da Igreja Católica” (Epist. 48, n.3, Hartel, 607)

Em primeiro lugar, esta citação não existe na epístola 48 de Cipriano, só para ver como que estes indivíduos (que ainda tem a cara de pau depois de dizer “cai a farsa”) nem sequer se dão ao trabalho de conferir a citação correta. Qualquer um pode ir conferir na epístola de número 48 de Cipriano e verá que não consta a suposta passagem referida por eles:

Como vemos, os energúmenos não se dão nem ao menos ao trabalho de serem honestos para passarem citações verdadeiras. Só encontramos algo parecido com isso na epístola 44 de Cipriano, e não tem nada a ver com as interpolações que os católicos adulteraram no texto.

Essa é outra adulteração vergonhosa feita por eles, pois na epístola 44 de Cipriano não está escritoRoma (este é um acréscimo que eles fizeram para dar ênfase à suposta supremacia da igreja deles), e nem está escrito trono. A citação correta, sem as adulterações, acréscimos e interpolações feitas por esses dissimulados, é a seguinte: 

"Porque nós, que fornecemos todas as pessoas que navegam daqui com um plano para que possam navegar sem qualquer ofensa, sabemos que os exortamos a reconhecer e manter a raiz e matriz da Igreja Católica” (Epístola 44 de Cipriano)

As palavras “Roma” “trono” são interpolações (adições) que tais católicos colocaram no texto para adulterá-lo. Qualquer um pode ir conferir na Epístola 44 de Cipriano e conferir isso:

E fazer a mesma coisa no ccel:

Só isso já seria o suficiente para desmascarar esses hereges. O que na verdade Cipriano fez foi exortar os cartagineses a não sair do seio e da raiz da Igreja Católica, da qual a Igreja Romana era uma parte, juntando-se em Roma ao grupo liderado por Novaciano. A matriz e raiz aqui não se referem à Igreja Romana, como tal, mas o "seio e raiz" são a Igreja Católica. Portanto, esta passagem não tem a ver com uma supremacia jurisdicional da Igreja de Roma sobre as demais Igrejas. Que o termo “católica” não tem nada a ver com Igreja “Romana”, isso vocês podem conferir no meu artigo onde eu trato exclusivamente sobre isso:

Finalmente, também temos outra citação constantemente utilizada pelos católicos a favor do primado do bispo romano, que se encontra na obra “Da Unidade da Igreja” (cap.4), que, na verdade, diz exatamente o inverso daquilo que os católicos sonham:

Agora, tendo desmascarado as mentiras, desonestidades, falsidades e malandragens daqueles que são guiados pelo pai da mentira (que, na verdade, deveriam ser processados e presos por calúnia), vamos mostrar a verdade, aquilo que Cipriano realmente pregou:

“Dá gloria a Deus quem, sendo amigo de hereges e inimigo dos cristãos, acha que os sacerdotes de Deus que suportam a verdade de Cristo e a unidade da Igreja, devem ser excomungados?” (Epístola 74)

Cipriano afirmou que o “papa” (bispo romano de sua época, Estêvão) era amigo de hereges e inimigo dos cristãos! Como pode alguém que supostamente disse que “os romanos não podem errar na fé”(citação que já vimos que está totalmente adulterada), chamar o papa (bispo de Roma) de “amigo de hereges e inimigo dos cristãos”?! É óbvio que, desta forma, Cipriano está deixando claro que ele não cria que o bispo de Roma fosse infalível ou superior aos demais. Prova disso é a declaração dele no Sétimo Concílio de Cartago:

“Pois nenhum de nós coloca-se como um bispo de bispos, nem por terror tirânico alguém força seu colega à obediência obrigatória; visto que cada bispo, de acordo com a permissão de sua liberdade e poder, tem seu próprio direito de julgamento, e não pode ser julgado por outro mais do que ele mesmo pode julgar um outro. Mas esperemos todos o julgamento de nosso Senhor Jesus Cristo, que é o único que tem o poder de nos designar no governo de Sua Igreja, e de nos julgar em nossa conduta nela” (Sétimo Concílio de Cartago, presidido por Cipriano)

Aqui Cipriano não apenas rejeita a intervenção de Estêvão, como também diz que não existe ninguém que seja “bispo dos bispos” (como os católicos declaram com relação ao papa), que possa dar ordens aos demais bispos, mas afirma que cada um dos bispos, em todas as dioceses cristãs, tem seu próprio direito de julgamento, liberdade e poder, sem poder ser julgado por nenhum outro mais do que ele mesmo pode julgar um outro.

Em outras palavras, a autoridade de todos os bispos era rigorosamente a mesma. Não existia ninguém que tivesse uma autoridade maior do que os demais para julgá-los ou dá-los ordens. Não existia um “bispo universal” ou “bispo dos bispos” na Igreja. Tais títulos soberbos e orgulhosos foram fruto da ambição de poder, temporal e espiritual, dos bispos de Roma, séculos mais tarde. 

Cipriano escreve aqui exatamente para condenar as decisões de Estêvão, bispo de Roma na época. Portanto, ele não cria que Estêvão tivesse uma autoridade maior do que a dele próprio ou a de qualquer outro bispo, não cria que o bispo de Roma fosse bispo universal ou bispo dos bispos, nem que tivesse que receber ordens daquele a quem ele próprio chamava de “amigo de hereges e inimigo dos cristãos”.

Os católicos podem chorar e espernear à vontade agora que já viram que os seus sonhos e ilusões foram completamente desmascaradas, juntamente com os seus pseudo-apologistas desonestos que inventam ou divulgam tais informações mentirosas, como é o caso do Fernando Nascimento, Oswaldo, Rafael Rodrigues e todos os outros que são farinha do mesmo saco, e servem apenas para propagar tais adulterações e perpetuar tal ignorância, a fim de enganar os mais incautos e ignorantes, que recebem com entusiasmo tais textos adulterados antes mesmo de irem conferir para ver se são mesmo verdadeiros, pois tais fanáticos os seguem como ídolos, concedendo-lhes submissão total e incondicional.

Vale ressaltar que eu só abordei aqui as adulterações católicas nos escritos de Cipriano. Poderia ter feito o mesmo com inúmeras outras citações de vários outros Pais da Igreja, mas seria covardia refutar indivíduos que já perderam totalmente a credibilidade.

Então, é triste ter que dizer isso para os católicos, mas...

Cai a farsa! 

Por Cristo e por Seu Reino,
Lucas Banzoli (apologiacrista.com)


-Meus livros:

-Veja uma lista completa de livros meus clicando aqui.

- Acesse o meu canal no YouTube clicando aqui.


-Não deixe de acessar meus outros sites:
Apologia Cristã (Artigos de apologética cristã sobre doutrina e moral)
O Cristianismo em Foco (Reflexões cristãs e estudos bíblicos)
Estudando Escatologia (Estudos sobre o Apocalipse)
Desvendando a Lenda (Refutando a Imortalidade da Alma)
Ateísmo Refutado (Evidências da existência de Deus e veracidade da Bíblia)

8 comentários:

  1. Não gosto de interpolações na Bíblia, quanto mais nos Padres.

    ResponderExcluir
  2. uhulllllllllllllllllllllll valeu Lucas!!!!Cai a farsa!!!!!!

    Rapaz,sinceramente,nem mesmo os bons padres e os grandes eruditos bíblicos e exegetas católicos dão "crédito" ao blog "cai a farsa"Tu devias ver a página dele no facebook!É uma tremenda piada!O sujeito postou recentemente um mural escrito:"Os hereges piram com o cai a farsa" e eu vi os próprios católicos reclamarem da molecagem e do nível da "apologética" do sujeito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você tem razão, os blogs deles não possuem qualquer credibilidade no meio católico mais sério. Eles fingem conhecer a patrística, quando na verdade apenas copiam e colam citações de outros sites tão desprestigiosos quanto o deles, sem conferir se a citação está correta ou não, e inventando outros textos fictícios para enganar os mais incautos.

      Ou esses caras são tremendamente desonestos ao ponto de lerem os escritos dos Pais, saberem que estes textos são forjados e ainda assim levá-los adiante, ou então não passam de profundos ignorantes, sem qualquer conhecimento patrístico ou teológico.

      Pela minha experiência com alguns deles, posso dizer que provavelmente as duas coisas.

      Abraços.

      Excluir
  3. Oi Lucas.

    Gosto muito de seus sites. Parabéns pela inciativa de desmascarar o Cai a Farsa.
    O Fernando Nascimento postou recentemente um artigo onde ele diz refutar este aqui, sobre os escritos de Cipriano. É este aqui:

    http://fimdafarsa.blogspot.com.br/2012/11/adulteracoes-catolicas-nos-escritos-de.html

    Por favor, gostaria que lesse e se possível escrevesse outro artigo sobre esta "refutação" do Fernando nascimento.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Lucas, Graça e Paz.

    Os católicos escreveram uma refutação ao seu texto, veja:

    http://macabeuscomunidades.blogspot.com.br/2012/11/adulteracoes-catolicas-nos-escritos-de.html

    ResponderExcluir
  5. Respondendo ao Anônimo e ao Unknown:

    A minha refutação aos embustes do Fernando Nascimento já está em andamento. Quando terminar, postarei aqui o link da refutação.

    Fiquem com Deus.

    ResponderExcluir
  6. Creio indubitavelmente em um ser superior,Deus.pertencente toda honra e glória.Não estou a par de algumas questões...Sendo assim, não cabe a mim opinar...O que tem sido dito aqui-seja para honra,manifestação da majestade,santidade e poder absoluto do Senhor!

    ResponderExcluir

Seu comentário será publicado após passar pela moderação. Ofensas, deboches, divulgação de páginas católicas (links), control c + control v e manifestações de fanatismo não serão aceitos. Todos os tipos de perguntas educadas são bem-vindas e serão respondidas cordialmente. Caso o seu comentário ainda não tenha sido liberado dentro de 24h, é possível que ele não tenha chegado à moderação, e neste caso reenvie o comment.