4 de setembro de 2014

Os judeus e a imortalidade da alma (YouTube)



Neste segundo vídeo-aula sobre o tema da imortalidade da alma eu trato sobre a questão histórica do judaísmo e suas crenças a respeito da vida após a morte, no período pré-exílio e no pós-exílio, demonstrando com fontes históricas judaicas que os hebreus não criam na imortalidade da alma até serem deportados pela Babilônia na diáspora judaica e ficarem expostos à cultura grega no período helenista.


Paz a todos vocês que estão em Cristo.

Por Cristo e por Seu Reino,
Lucas Banzoli (apologiacrista.com)


-Meus livros:

-Veja uma lista completa de livros meus clicando aqui.

- Acesse o meu canal no YouTube clicando aqui.


-Não deixe de acessar meus outros sites:
Apologia Cristã (Artigos de apologética cristã sobre doutrina e moral)
O Cristianismo em Foco (Reflexões cristãs e estudos bíblicos)
Estudando Escatologia (Estudos sobre o Apocalipse)
Desvendando a Lenda (Refutando a Imortalidade da Alma)
Ateísmo Refutado (Evidências da existência de Deus e veracidade da Bíblia)

2 comentários:

  1. Pra voce Lucas Banzoli .Não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei, antes, aquele que pode fazer perecer no inferno tanto a alma como o corpo”. Mateus 10:28. Isso prova que a alma e o corpo são duas coisas distintamente diferentes. O corpo pode ser destruído e a alma permanece. Portanto, a alma é uma entidade separada, que vive para sempre depois da morte do corpo. Lembrando que foi o próprio Senhor Jesus que disse.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É incrível como vocês repetem e repetem e repetem os mesmos textos já consistentemente explicados bilhões de vezes por nós mortalistas, e ao invés de refutarem a contra-argumentação preferem repetir, e repetir, e repetir mais ainda os mesmos textos.

      Faça o seguinte. Primeiro você leia este texto aqui:

      http://desvendandoalenda.blogspot.com.br/2012/12/podem-matar-o-corpo-mas-nao-alma.html

      Depois que você ler este texto, você faça uma coisa chamada REFUTAÇÃO. E depois de fazer a refutação, você vem aqui, posta ela e aí a gente conversa.

      Blz?

      Excluir

Seu comentário será publicado após passar pela moderação. Ofensas, deboches, divulgação de páginas católicas (links) e manifestações de fanatismo não serão aceitos. Todos os tipos de perguntas educadas são bem-vindas e serão respondidas cordialmente. Caso o seu comentário ainda não tenha sido liberado dentro de 24h, é possível que ele não tenha chegado à moderação, e neste caso reenvie o comment.